Pages

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Finalmente separei os sentimentos!!!

Difícil as vezes? Concordo, não deve ser nada fácil amar alguém que ainda chora por outro, que ainda pensa no outro e que às vezes ainda sim gostaria de estar com o outro, sei disso porque pra mim ainda é muito difícil às vezes e minha cabeça se enrosca em diversos pensamentos confusos de dois amores enormes e tão diferentes um do outro.
Ele consumiu cinco anos de minha vida, cinco longos anos misturados entre amor, ódio, traição, lealdade e principalmente amizade, nesses cinco longos anos eu vivi um conflito comigo mesma tentando descobrir que tipo de amor eu sentia por ele, sempre o amei e isso eu nunca tive duvidas, mas eu nunca soube explicar se o que eu sentia era amor de casal ou amor de amizade, hoje estando ao seu lado e sentindo tanta a falta dele eu entendo, eu sempre o amei como amigo e mesmo que ele estivesse aqui eu teria me apaixonado por você, pelo seu jeito, pela sua pessoa, poderiamos ter nos conhecido de forma diferete, mas ainda sim eu me apaixonaria por você, por que sinto que era pra ser, só que a amizade que eu tinha com ele era enorme, tipo amizade de filme, eu sempre pude contar com ele, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza, eramos casados pela amizade, a gente brincava como criança, jogava vídeo game, assistia filme, perdia tardes ouvindo as lamurias um do outro, perdíamos aula para não fazer nada no parque, cuidávamos um do outro, mas eu nunca o amei como ele me amou por que o meu sentimento por ele sempre foi de amiga, mãe, irmã, mas nunca realmente de namorada, eu sempre pensei em me casar com ele e ter filhos com ele, até poderia dar certo, mas eu viveria sempre infeliz e cheia de duvidas e uma hora eu ia acabar errando, traindo, magoando a ele e a mim, uma hora eu não ia querer mais e ia sair como uma louca chorando por ai perguntando o por que me casei com ele, simplesmente porque eu nunca o amei como homem e sim como amigo, eu contava coisas pra ele que eu jamais contaria a um namorado e ele era meu namorado, eu sempre quis terminar com ele e a única coisa que me prendia a ele era o medo de perder essa amizade. No fundo eu sempre soube disso, mas nunca quis assumir. Por isso sofri tanto com a perda dele, por isso sinto tanta falta dele, meus amigos que me perdoem, mas amigo de verdade eu só tive ele, ele deixava de fazer qualquer coisa por mim, ele me ouvia, me ajudava, dava a vida por mim, mas amor de casal nunca existiu, ele sempre me amou até o ultimo instante, não queria que eu sofresse, ele sempre pensou que atrapalhava a minha vida com isso tomou a decissão de fazer o que ele fez, a unica coisa que ele não sabia é que não te-lo perto de mim, me faria sofrer muito mais, eu poderia ter convivido eternamente com suas mudanças de temperamento, com suas cobranças e tudo mais, mas é insuportavel não te-lo para desabafar, chorar, rir e brincar, mas eu o perdôo mesmo assim, por que amizade é isso, a gente se magoa, sofre, fica bravo, mas depois perdoa.
Agora quanto a você eu realmente o amo, em tão pouco tempo eu já o amo e te amo como homem, então não fique triste a me ver chorar por ele, pois sinto falta de nossa amizade, de nossas brincadeiras, com ele eu voltava a ser criança e o nosso amor era ingênuo, com você eu sinto vontade de amar, de abraçar, de beijar, de jogar conversa fora de trocar olhares apaixonados, de ficar sem jeito ao dizer e ouvir coisas românticas e maliciosas também, de pensar no futuro juntos mesmo sendo tão cedo, de aproveitar dia apos dia os poucos momentos que temos juntos, de ir no cinema, assistir filme em casa ou não fazer nada, ou fazer tudo, sei lá, com você eu só sei que é amor, paixão, romance, carinho, com você eu topo ir pra qualquer lugar, fazer qualquer coisa, com você eu quero estar junto, amando, curtindo, quero poder sentir seus abraços dia apos dia, beijar, andar de mãos dadas. Com você é amor e com ele sempre foi e será amizade.
Você me faz feliz, você me faz bem, se estou triste e te vejo e estou com  você me sinto melhor, não deixe nunca de lutar por mim pois eu nunca vou deixar de lutar por você, e essa luta realmente é desigual pois são dois sentimentos totalmente diferentes. Eu te amo mais dia apos dia e noite apos noite.

Como pode um coração tão pequeno amar tanto e de tantas formas diferentes?

2 comentários:

Dani *-* disse...

*-*

Jason disse...

te amo meu anjo *.*
thank you for loving me!!!

Postar um comentário