Pages

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

A dor de minha Alma!!!

No silencio de minhas palavras, escondo a dor de minha alma.
Na aparência de alegria, escondo as lagrimas de meu coração.
No meu olhar disfarço a fúria do meu ser.
No meu toque disfarço o desejo de te ter.
Minha fúria por ter te perdido, meu desejo de te ter ao meu lado.
Espero todos os dias pelas suas ligações e as horas passam me cortando por dentro, cada dia uma tortura, a cada hora um corte, uma lamina de dor e realidade que cortam meu coração e alma como se não fossem absolutamente nada.
O meu desejo de te ter permanece vivo em cada parte do meu ser e hoje o meu maior sonho é de te reencontrar, mas as horas e os dias que antes passam tão rápido para me envelhecer, hoje parecem nem se quer se mexer e isso me deixa ainda mais perturbada.
Me sinto caindo dentro de um abismo sem fim e já não tenho nem vontade de viver.
A cada segundo esse labirinto se aperta e o meu desespero penetra dentro de mim, minha alma grita, meu sangue corre mais rápido em minhas veias como se quisessem fugir de mim, minha respiração não acompanha meus batimentos cardíacos e o que eu mais queria era morrer e ir para o seu lado, para vivermos juntos para sempre alem da morte.

2 comentários:

Andrea Pacheco disse...

Olá, querida! Puxa, que texto triste...
Ás vezes, a tristeza bate forte assim no coração.
Mas procuro sempre me lembrar de duas palavrinhas muito importante: Fé e Esperança.

Às vezez, também, precisamos usar um pouco da razão, para não deixar nosso iludido coração ficar no comando.

Se ouvirmos tudo que nosso coração sofrido diz, podemos acabar não aproveitando a vida. Imagine que contradição...

Beijos!

Samantha disse...

É flor eu entendo o que vc disse, mas é que quando perdemos aleguem que amamos muito, fica difícil de viver, não perdi minha Fé, faço todos os dias minhas orações, também não perdi minha esperança de que Deus me leve embora o mais rápido possível, enquanto isso vou vivendo.

Postar um comentário